NR35 – Trabalho em Altura

DETALHES DO CURSO
Treinamento de NR35 Trabalho em Altura

Dificuldade:

Apropriado para todos os públicos: básico, intermediário, avançado.

Características do curso:

1. Tutor Especialista
2. Conteúdo e Exercícios interativos
3. Narração Profissional
4. Animação 3D
5. Vídeo
6. Certificado

Dispositivo:

Desktop.

Público alvo:

O curso foi desenvolvido para empresas que necessitam adequar-se à legislação cumprindo as NRs obrigatórias.

Carga Horária: Duração média de 8 horas*

*Podendo variar para mais ou menos horas, dependendo do ritmo de aprendizagem de cada aluno.

Certificado:

Possui certificado válido em todo Brasil. O Certificado é automaticamente disponibilizado para o aluno após ele concluir o curso com aprovação. Para ser aprovado neste treinamento é necessário conquistar no mínimo 70% de acertos na prova de suficiência.

OBJETIVO
Um curso que aborda as principais especificações relacionadas ao trabalho em altura. Está em conformidade a Norma Regulamentadora – NR 35 e possui certificado válido em todo Brasil – portaria 008/02 da Secretaria de Estado da Educação e do Desporto de Santa Catarina. Neste curso, o aluno será capacitado para atuar com segurança no trabalho em altura correspondente à sua função.

CONTEÚDO
Unidade 1

– Trabalho em altura;
– Normas e Regulamentos aplicáveis;
– Obrigações do empregado x empregador.

Unidade 2

– O que é trabalho em altura;
– Análise de risco;
– Medidas Preventivas;
– Permissão de trabalho.

Unidade 3

– Equipamentos de proteção individual;
– Tipos de equipamentos;
– Equipamentos de proteção coletiva;
– Inspeção;
– Pontos de ancoragem.

Unidade 4

– Equipamentos de trabalho em altura:
– Andaime fixo e móvel;
– Escadas.
– Técnicas de acesso por corda:
– Utilização de corda
– Seleção, inspeção, manutenção e armazenamento do equipamento de acesso por corda;
– Outros equipamentos para trabalho em altura:
– Plataformas móveis elevatórias (PME);
– Como usar as PME;
– Instalar, montar, manter e verificar uma plataforma PME;
– Plataforma suspensas (Cesto);
– Cesto suspenso.

Unidade 5

– Acidentes típicos;
– Condutas em situação de emergência;
– Condições básicas de resgate em altura;
– Classificação da segurança;
– Fases táticas do salvamento em altura.

Unidade 6

– Avaliação geral:
– Avaliação / dimensionamento e gerenciamento da cena;
– Avaliação inicial do paciente;
– Avaliação dirigida;
– Avaliação dirigida para trauma;
– Avaliação dirigida para emergência médica;
– Roteiro de entrevista;
– Avaliação física detalhada;
– Avaliação ou assistência continuada.

Unidade 7

– Parada respiratória e parada cardíaca:
– Parada respiratória;
– Técnica de abertura das vias aéreas;
– Obstrução das vias aéreas por corpo estranho;
– Manobras para OAVCE;
– Suporte ventilatório;
– Parada cardíaca;
– Ressuscitação cardiopulmonar;
– Manobras RCP em lactantes;
– sinais de morte;
– Repercussões psicológicas relacionadas à morte de pacientes.

Demais Unidades

-Parada cardíaca;
-Hemorragia e estado de choque;
-Ferimentos em tecidos moles;
-Queimaduras;
-Choque elétrico.

Voltar
DURAÇÂO
08h 00min
MODALIDADE
A distância
APROVEITAMENTO REQUERIDO
Aproveitamento: 70,00%
SOLICITE ORÇAMENTO