Confira no artigo os principais passos para otimizar o planejamento financeiro de clínicas médicas e de SST.

Empreendedorismo  |  09-07-2021

Planejamento financeiro para clínicas

Se você acompanha nosso blog, já conferiu por aqui várias dicas importantes sobre empreendedorismo na área da saúde. E hoje, vamos falar de mais um assunto fundamental para quem empreende no ramo: o planejamento financeiro para clínicas de SST.

As instituições de saúde, como clínicas de SST, são como qualquer outra empresa e necessitam de atenção em diversos setores.

Além de preservar o bem-estar dos pacientes, os gestores também precisam administrar a saúde financeira da clínica. Afinal, o setor financeiro é o responsável por manter toda a estrutura da empresa, e sem um controle eficiente de receita e gastos, todos os demais procedimentos que envolvem o negócio podem ser prejudicados.

Se você já possui um empreendimento no setor da saúde ou pretende abrir um negócio próprio, não deixe de conferir as dicas sobre planejamento financeiro que reunimos no artigo de hoje.

Entendendo o planejamento financeiro

Antes de conferir as dicas para otimizar a gestão financeira de clínicas médicas, é preciso conhecer mais sobre o assunto.

O planejamento financeiro engloba um conjunto de ações e ferramentas que auxiliam na análise, na organização e no gerenciamento do setor financeiro da empresa.

É através deste planejamento que os gestores buscam conquistar melhores resultados para o negócio como um todo. Por isso, o planejamento financeiro envolve diversos aspectos, como projeção de receitas, despesas, cenários, entre outros.

Ao realizar uma boa gestão financeira, é possível otimizar o negócio, suprindo todas as suas necessidades sem que falte dinheiro ao final do mês.

Etapas do planejamento financeiro

Um bom planejamento financeiro de clínica médica envolve conhecimentos de diversas áreas, por isso, a gestão das finanças deve ser realizada com máxima atenção e cuidado.

Confira algumas dicas para otimizar o planejamento financeiro da sua clínica médica ou de Saúde e Segurança do Trabalho.

1 – Investimentos iniciais

Para quem está pensando em iniciar um negócio próprio no setor da saúde, esta dica é essencial.

Realizar a organização dos investimentos iniciais é o primeiro passo para otimizar a gestão financeira. Afinal, este processo vai pautar desde a abertura da clínica médica até o seu funcionamento.

Para organizar esta etapa, o valor investido inicialmente pode ser dividido em investimento fixo, quantia necessária para financiar os custos de abertura do negócio, e capital de giro, que está relacionado à compra e manutenção de equipamentos e insumos, aos atendimentos realizados, etc.

Com o investimento fixo e capital de giro definidos, é hora de realizar outros processos, como organizar as fontes de renda do negócio, determinar a precificação dos atendimentos, estabelecer o percentual de atendimentos por convênio (se houver), entre outros.

2 – Organização

Classificar e categorizar as receitas e despesas são processos fundamentais para facilitar a análise do fluxo financeiro da clínica. Para isso, é preciso separar gastos, custos e despesas.

Os gastos representam aplicações financeiras para a aquisição de algo, sem pensar em retorno financeiro.

Os custos são movimentações feitas para a produção de bens ou realização de serviços, como atendimentos e prestação de serviços.

Por fim, as despesas são gastos realizados para suprir uma necessidade da empresa, ou com impostos, depreciação de bens, etc.

Nesta etapa, também é importante separar as contas a pagar e a receber, ou seja, as contas que estão pendentes e devem ser pagas dentro de um prazo, e as receitas que serão recebidas pela clínica.

3 – Fluxo de caixa

Realizar o controle do fluxo de caixa pode evitar que a empresa enfrente períodos de crise financeira. Afinal, esse processo envolve o monitoramento das movimentações financeiras do negócio e facilita o estabelecimento de uma reserva no caixa da empresa.

A primeira etapa neste processo é calcular o valor líquido disponível e as receitas a receber. Em seguida, os gestores devem descontar as contas a pagar, chegando a uma estimativa das finanças para os próximos meses.

4 – Recursos tecnológicos

A gestão financeira de clínica médica pode se tornar ainda mais eficiente com o auxílio da tecnologia.

Com a automação de processos, é possível aumentar a produtividade e a precisão, reduzir erros, otimizar a segurança e a confiabilidade e economizar com o atendimento.

Softwares de gestão, por exemplo, facilitam a realização de diversos processos, como controle de estoque, emissão de Notas Fiscais, controle de pagamento, relatórios gerenciais, repasses médicos, entre outros.

5 – Novos conhecimentos

Como já mencionamos, realizar o planejamento financeiro de clínica médica demanda conhecimentos em diversas áreas, por isso, realizar o aprimoramento contínuo é essencial.

Médicos e demais profissionais do ramo que investem em um negócio próprio, normalmente não possuem habilidades em áreas que fogem da especialidade da saúde.

Nesses casos, além de se manter atualizado em relação à área médica, também é importante desenvolver conhecimentos de empreendedorismo, contabilidade, gerência, entre outras áreas essenciais para realizar uma boa administração da empresa.

Quer conferir mais dicas para empreendedores da saúde? Confira nossos artigos especiais sobre o assunto clicando aqui!

Sistema de gestão Maxipas para clínica médica

A Maxipas é uma das maiores empresas de Segurança e Medicina do Trabalho do Brasil, presente no mercado há 25 anos.

Além de prestar assessoria na área de SST, realizar procedimentos ligados à saúde ocupacional e contar com um exclusivo sistema de franquia de Saúde Ocupacional, a Maxipas também oferece soluções inteligentes, personalizáveis e automatizadas.

O sistema de gestão para SST da Maxipas é completo, e apresenta desde ERP Financeiro/Contábil até o gerenciamento total de todos os processos e indicadores fiscais do ramo de Saúde e Segurança do Trabalho.

O ERP Financeiro Maxipas gera contas a receber de forma totalmente automatizada, emite Nota Fiscal Eletrônica, boletos, relatórios de funcionários e exames realizados, envia documentos financeiros via e-mail, e disponibiliza todas as informações em uma plataforma inteligente ocupacional exclusiva da Maxipas.

Com o ERP Financeiro da Maxipas, você conta com mais praticidade, facilidade e segurança na gestão financeira da sua clínica médica!

Entre em contato com nossa equipe e conheça todas as vantagens do sistema de gestão da Maxipas.