Empreendedorismo  |  22-04-2021

Ser Empreendedor – Administração de clínica médica: dicas para concretizar o seu negócio

Quem é empreendedor do ramo da saúde sabe que a administração de clínica médica pode representar um desafio e tanto. Afinal, a gestão deste tipo de negócio vai muito além de atender pacientes e prestar serviços voltados à saúde.

Assim como qualquer outra empresa, a clínica médica é um negócio que precisa apresentar valor para a sociedade e gerar lucros, mas sem abrir mão dos princípios éticos que permeiam a área da saúde.

Por isso, compreender os principais fatores da administração de uma clínica médica é essencial para o crescimento e sucesso do negócio.

Confira hoje algumas dicas para otimizar a gestão da sua clínica e melhorar os resultados.

Entendendo a administração de clínica médica
A administração de clínica médica nada mais é do que todas as ações necessárias para garantir o pleno funcionamento do negócio.

Dentre estas ações, podemos citar desde o gerenciamento de gastos e acompanhamento de resultados até o atendimento ao público e a realização de exames e consultas.

Além de contemplar diferentes ações, a administração adequada de clínica médica também estabelece objetivos e metas para o negócio, reunindo ferramentas para alcançá-los.

Apesar de envolver o gerenciamento de todas as atividades realizadas na clínica, muitas vezes, a administração do negócio acaba se concentrando em uma única pessoa: no profissional de saúde responsável pela empresa.

Neste contexto, é normal que o gestor acabe apresentando inseguranças na hora de tomar a frente de todo o negócio. Uma vez que a administração envolve tanto responsabilidades burocráticas quanto operacionais — que não costumam ser realizadas por médicos e demais profissionais da área.

Por isso, quando se trata de administrar uma clínica médica, o ideal é sempre delegar as tarefas e descentralizar a gestão.

Contar com a ajuda de softwares e tecnologia também é uma dica importante para otimizar e agilizar os processos, reduzir custos e elevar o faturamento do negócio.


Como fazer uma boa administração de clínica médica
Como você já sabe, uma clínica médica reúne uma série de processos que vão além do atendimento de pacientes e a realização de procedimentos médicos.

Além das particularidades de cada tipo de serviço e especialidade médica, os gestores da clínica precisam estar atentos às demandas administrativas do negócio.

Pensando nisso, selecionamos algumas dicas para otimizar a administração de clínica médica. Confira:

 

  • Adequação às normas legais
    Ao contrário de empresas de outros segmentos do mercado, uma clínica médica possui alto risco sanitário, representando um perigo em potencial para a saúde das pessoas e o meio ambiente.

    Por envolver riscos de contaminação e acidentes com materiais cortantes, as clínicas médicas devem respeitar as normas trabalhistas, legislações sanitárias e demais normas específicas para a área da saúde.

    Garantir que a clínica esteja com a documentação em dia e apresente os alvarás necessários de funcionamento são pontos essenciais na administração do negócio.

    Afinal, estas medidas evitam multas, reduzem acidentes de trabalho e preservam a integridade de todos, garantindo um ambiente mais seguro e agradável para colaboradores e pacientes.

    Dentre a documentação necessária, destacamos o alvará de funcionamento da Prefeitura, a licença sanitária da Anvisa e o certificado de conformidade do Corpo de Bombeiros.

  • Administração das finanças
    Como já mencionamos, uma clínica médica é uma empresa que precisa gerar lucro e cobrir custos. Por isso, administrar as economias é essencial para garantir a saúde financeira do negócio.

    Para isso, vale contar com a ajuda de especialistas em finanças ou utilizar ferramentas que auxiliem no controle financeiro.

    O fluxo de caixa, por exemplo, ajuda no registro de transações financeiras, como a entrada e saída de valores.

    Ao fazer esse controle financeiro, é possível acompanhar de perto o andamento do negócio, identificando possíveis pontos de melhoria. 

 

 

 

  • Controle de estoque e gerenciamento de insumos
    Toda clínica médica possui gastos mensais com a compra de insumos, como itens descartáveis e medicamentos.

    Ao realizar o controle do estoque, da compra e da utilização de insumos, é possível reduzir gastos desnecessários e evitar o desperdício de material.

    Para facilitar este processo, o ideal é que a gestão elabore uma planilha ou utilize programas específicos que auxiliam na contabilização dos itens no estoque e no monitoramento da frequência de uso dos insumos.

  • Monitorar o atendimento ao cliente e satisfação do público
    A qualidade do atendimento ao cliente é um dos aspectos mais importantes de uma clínica médica. Afinal, neste tipo de negócio os colaboradores estão em contato constante com pacientes e clientes.

    Nesse sentido, é fundamental monitorar a qualidade do atendimento prestado ao público. Colaboradores ágeis, educados e éticos proporcionam experiências agradáveis aos pacientes, contribuindo para que eles voltem a utilizar os serviços da empresa.

    Além de analisar o atendimento prestado na clínica, a gestão deve estar atenta aos feedbacks do público em geral.

    Se for necessário, vale investir em treinamento e capacitação de colaboradores para melhorar a qualidade dos serviços prestados e conquistar ainda mais clientes.

  • Investimento em atualizações e novas tecnologias
    Seja em equipamentos para exames ou softwares de gestão, investir em melhorias e novas tecnologias é essencial para qualquer clínica médica que deseja atrair clientes e se manter competitiva no mercado.

    Os novos softwares e sistemas de gestão, por exemplo, reúnem as informações em um único lugar, trazendo maior segurança de dados, automatizando tarefas operacionais, organizando processos e facilitando o dia a dia da clínica.

    Já os equipamentos digitais de exames agilizam a emissão dos resultados, apresentam imagens com alta qualidade de resolução, trazem mais conforto aos pacientes e representam maior assertividade durante os testes. 

 

Invista em uma franquia Maxipas!
Com as dicas de hoje, ficou muito mais fácil realizar uma administração eficiente de clínica médica. Afinal, como você conferiu, este tipo de negócio é composto por diversos detalhes e aspectos de grande importância.

Se você busca conquistar resultados efetivos para o seu empreendimento de saúde, se torne um parceiro Maxipas!

A Maxipas é uma das maiores redes do setor de Segurança e Medicina do Trabalho, contando com mais de dois mil franqueados e parceiros por todo o país.

O sistema de franquias da Maxipas é a oportunidade ideal para quem já empreende ou pretende entrar no ramo da Saúde Ocupacional. Afinal, a Maxipas está há mais de dez anos no mercado de franchising, oferecendo uma estrutura completa para os novos parceiros.

Os franqueados aproveitam uma rede em constante crescimento, e um negócio com margem de lucro de mais de 20%, faturamento médio de 180 mil/mês, retorno sobre investimento (ROI) em 24 meses e muito mais!

Conheça nossas opções de negócio:

 

  • Franquia Global
    Modalidade de franquia destinada a quem deseja montar a sua empresa de Saúde Ocupacional do zero, apostando em um segmento sem sazonalidade e de baixo risco.

 

  • Franquia Aliança
    Modelo destinado a quem já atua no ramo da saúde, com a opção de implantar ou não a marca Maxipas.

A franquia aliança é dividida em duas modalidades:

 

  • Franquia Licenciada: voltada a empresas do ramo de Saúde Ocupacional ou não, que desejam manter suas atividades e identidade visual, realizando apenas a integração na rede Maxipas.

  • Franquia Conversão: voltada exclusivamente a empresas da área de Saúde Ocupacional que desejam integrar uma grande rede de franquias, como a Maxipas.

 

Escolha a modalidade de franquia que melhor combina com o seu negócio e se torne um franqueado Maxipas!

Entre em contato com nossa equipe e descubra como aproveitar nossas oportunidades exclusivas de crescimento para a sua clínica médica.