franquia

Empreendedorismo  |  17-03-2021

Ser empreendedor: Investir em uma franquia ou iniciar o próprio negócio

Administrar uma franquia ou ser dono do próprio negócio são desejos cada vez mais comuns entre os brasileiros. Afinal, grande parte das pessoas busca no empreendedorismo uma forma de aumentar a renda e ter mais independência.

Nos últimos anos, o empreendedorismo vem apresentando números cada vez mais significativos. Em 2020, devido à pandemia e à realidade do mercado, o número de microempreendedores individuais (MEIs) no país aumentou 14,8% em comparação com os nove primeiros meses de 2019, atingindo a marca de 10,9 milhões de registros.

Entre fevereiro — início da pandemia — e setembro de 2020, foram registrados, ao todo, 1,15 milhão de novas formalizações, conforme os dados do Portal do Empreendedor do governo federal.

Você que está pensando em investir em um negócio este ano, já se perguntou qual é a melhor opção para empreender?

Tanto o modelo de franquia quanto um negócio próprio apresentam prós e contras que devem ser considerados pelo empreendedor. 

Continue acompanhando e confira qual modelo é o ideal!

Negócio próprio X franquia

Quando se fala em empreendedorismo, é preciso, antes de tudo, esclarecer as diferenças entre os modelos de negócio de empresa própria e de franquia.

Investir em um negócio próprio representa um desafio e tanto, já que é necessário estruturar toda empresa do zero, pensando em marca, tom de voz, linguagem, área de atuação, estrutura, equipe, entre diversas outras questões. 

Já a franquia, nada mais é do que a venda do direito de uso de uma marca pelo seu proprietário (franqueador) a um investidor (franqueado), possibilitando a reprodução do negócio em outras regiões e a utilização de um nome já conhecido no mercado.

Prós e contras de cada modelo

Como mencionamos, cada modelo de negócio possui vantagens e desvantagens que auxiliam o empreendedor na hora de escolher o formato ideal para investir. Conheça um pouco mais sobre estas características: 

1.Negócio próprio

Prós: 

  • Maior liberdade de atuação;
  • Controle total do negócio;
  • Mais facilidade para tomar decisões e resolver problemas;
  • Maior oportunidade de expansão.

Contras: 

  • Exige mais esforço, dedicação e paciência para consolidar a marca;
  • No início, demanda maiores investimentos de capital e tempo;
  • Trabalho redobrado  de divulgação (campanhas, marketing digital, etc);
  • Menor ganho de escala.

2.Franquia

Prós: 

  • Baixo investimento de divulgação, pois a marca já é conhecida no mercado;
  • Redução nos custos de aquisição de matéria-prima e produtos para venda;
  • Obtenção de crédito para investimento;
  • Suporte necessário para administrar o negócio;
  • Modelo de negócio definido e padronizado.

Contras:

  • Exige o pagamento de algumas taxas, como de franquia, royalties, etc;
  • Dificuldade em encontrar o melhor ponto comercial.

O perfil empreendedor

Antes de investir em um empreendimento, é fundamental considerar as características que mostramos acima. Contudo, apenas isso não basta! 

Analisar e compreender o perfil de empreendedor também é uma etapa de grande importância na hora de escolher um modelo de negócio para investir. 

Isso porque a administração tanto de uma franquia quanto de uma empresa própria exige do empresário uma série de características específicas. 

No caso das franquias, por exemplo, o gestor deve abrir mão da autonomia, se adequar a padrões de operação, respeitar decisões já estabelecidas e cumprir normas. Afinal, a franquia opera em rede e é dependente da franqueadora. 

Já quem opta por abrir um negócio próprio deve ser capaz de administrar de forma adequada a maior liberdade e autonomia que esse modelo oferece. 

Quem gerencia a própria empresa ainda precisa ter noções de gestão e liderança, garantindo assim o bom andamento dos processos de negócio. 

Quer conhecer mais dicas sobre o universo do empreendedorismo? Confira nosso primeiro artigo da série “Ser Empreendedor” clicando aqui!

Se torne um franqueado Maxipas!

Agora que você já conhece as principais vantagens e desvantagens de cada modelo de negócio e o perfil ideal para cada um, que tal se tornar um empreendedor do ramo da Saúde Ocupacional?

A Maxipas é uma das maiores redes de Segurança e Medicina do Trabalho e possui um sistema bem estruturado de franquias para quem deseja investir no ramo.  

Presente no mercado de franchising há mais de dez anos, a Maxipas valoriza o constante crescimento da rede e apresenta números satisfatórios para as franquias. 

  • Margem de lucro de mais de 20%;
  • Faturamento médio de 180 mil/ mês;
  • Ponto de equilíbrio de nove meses;
  • Retorno sobre o Investimento (ROI) em 24 meses;
  • Contrato com tempo de vigência superior ao payback;

E muito mais!

Conheça as diferentes modalidades de franquia da Maxipas para atender às necessidades de cada empreendedor: 

  • Franquia Global
    Este modelo é voltado para qualquer pessoa que deseja montar sua empresa de Saúde Ocupacional do zero, investindo em um segmento de baixo risco e sem sazonalidade. 
  • Franquia Aliança
    Destinado a quem já atua no ramo ou em atendimento clínico, este modelo oferece a opção de implantar ou não a marca Maxipas, uma das maiores redes de Saúde Ocupacional do Brasil. 

A franquia aliança é dividida em duas modalidades: 

  • Franquia Licenciada: destinada a empresas do ramo de Saúde Ocupacional ou não, que desejam manter as atividades tradicionais e a identidade visual, porém integrando a rede Maxipas.
  • Franquia Conversão: destinada exclusivamente a empresas da área de Saúde Ocupacional que desejam integrar uma grande Rede, como a Maxipas.

Escolha a modalidade que melhor atende às suas expectativas e venha fazer parte de uma das maiores redes de Saúde Ocupacional do mercado. 

Entre em contato com nossa equipe e se torne um franqueado Maxipas!