Cipa

Saúde  |  07-04-2021

O que é CIPA e qual o papel dentro da empresa

Todo ambiente de trabalho oferece riscos aos trabalhadores. Por isso, é obrigação das empresas promover ações para garantir a segurança dos colaboradores. Nesse sentido, a CIPA é uma das formas mais eficientes de evitar acidentes, preservar a integridade da equipe e desenvolver a cultura da prevenção.

Conforme estipulado pela Norma Regulamentadora n.º 5, toda organização com mais de 20 funcionários deve realizar a gestão da CIPA.  

Se você não sabe o que é CIPA ou ainda não organizou essa comissão na sua empresa, confira o artigo de hoje!

O que é CIPA 

Dentro das empresas, a prevenção de acidentes e os cuidados com a saúde devem ser discutidos diariamente. Afinal, a partir das medidas preventivas é possível reduzir a ocorrência de acidentes e, consequentemente, o número de afastamentos de colaboradores. 

E para promover um ambiente de trabalho mais seguro para todos, não há nada melhor do que estimular a cultura da prevenção e fazer com que as pautas sobre Saúde e Segurança do Trabalho façam parte da rotina da equipe. 

Com o auxílio da CIPA, isso é possível! Mas você sabe o que é CIPA?

Sigla para Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, a CIPA está prevista na legislação brasileira através da CLT, e compõe um comitê formado por colaboradores e representantes do empregador.

Esta comissão interna tem como objetivo prevenir acidentes de trabalho e evitar o desenvolvimento de doenças ocupacionais através da análise dos riscos existentes no ambiente laboral.

Os membros da CIPA, também chamados de cipeiros, participam do comitê de forma voluntária, realizando a inspeção no ambiente de trabalho e identificando os riscos que podem comprometer a saúde e a segurança de toda a equipe. 

A quantidade de membros da CIPA deve variar conforme o número de funcionários e o ramo de atuação da organização.

Como mencionamos, a CIPA é uma obrigatoriedade para empresas a partir de 20 funcionários. Portanto, organizações que possuam até 19 colaboradores não são obrigadas a estabelecer a comissão. 

No entanto, a gestão destas empresas ainda deve promover a saúde e a segurança no trabalho, designando um profissional interno para se responsabilizar pelas atividades e objetivos da CIPA.

Qual é o papel da CIPA nas empresas 

Agora que esclarecemos o conceito de CIPA, é hora de conhecer mais sobre o papel desta comissão dentro das empresas. 

Atuando de forma a promover maior harmonia entre a vida profissional e a saúde dos colaboradores, a CIPA possui diversas atribuições. 

Conheça algumas delas: 

  • identificar os riscos presentes no ambiente de trabalho e nas funções desempenhadas pelos profissionais;
  • elaborar o mapa de riscos da empresa;
  • analisar os acidentes de trabalho;
  • planejar ações preventivas;
  • elaborar campanhas de conscientização, ações de promoção da saúde e palestras sobre o tema;
  • orientar colaboradores quanto a prevenção de acidentes e práticas seguras no ambiente de trabalho
  • atuar ativamente na implementação e controle das medidas preventivas;
  • inspecionar periodicamente as condições do local de trabalho;
  • trabalhar na divulgação de medidas de segurança e de normas;

E muito mais…

Quer descobrir como elaborar uma gestão de CIPA de sucesso na sua empresa? Confira nosso artigo sobre o assunto clicando aqui!

Como a CIPA funciona

A NR-05 é a norma que trata especificamente da CIPA, estipulando as regras, condições e obrigações dessa Comissão Interna.

Basicamente, a CIPA deve promover reuniões mensais ordinárias, ou seja, encontros já preestabelecidos conforme calendário, realizadas durante o horário de expediente em um local cedido pela própria empresa. 

Nestas reuniões, são discutidos assuntos relativos ao próprio funcionamento da CIPA e analisados dados obtidos nas inspeções recentes, bem como o cumprimento das metas estabelecidas. 

As atas de cada reunião,documentos que contém os procedimentos realizados e decisões tomadas, são assinadas pelos membros presentes e as cópias são enviadas para todos que compõem a comissão. Estes documentos são guardados na empresa e devem ficar à disposição dos Agentes de Inspeção do Trabalho. 

Além dos encontros conforme calendário, podem acontecer também as chamadas reuniões extraordinárias, que fogem da rotina. 

Estas reuniões são convocadas se : 

  • ocorrer acidente de trabalho grave ou fatal;
  • houver denúncia sobre risco grave ou iminente à saúde e segurança dos colaboradores, exigindo a adoção de medidas corretivas de emergência; 
  • for solicitada por algum dos representantes.

As decisões tomadas durante as reuniões extraordinárias devem ser baseadas em um consenso entre os membros. Mas caso não seja possível chegar a um acordo, será necessário estabelecer uma votação entre os presentes — registrada em ata — para decidir as medidas que serão adotadas. 

Quais os benefícios da CIPA

Estabelecer a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes vai muito além de representar apenas o cumprimento de uma obrigação legal. 

Visando promover o bem-estar físico e mental de toda a equipe e reduzir os acidentes no local de trabalho, a CIPA traz uma série de benefícios tanto para os colaboradores quanto para a empresa como um todo.

Confira as principais vantagens da instalação desta Comissão Interna:

Para os colaboradores: 

  • podem contar com mais uma organização, além da SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), para protegê-los dos riscos no ambiente laboral. 
  • desenvolvem melhores hábitos de cuidados com Saúde e Segurança do Trabalho (SST);
  • se mostram mais engajados e satisfeitos com o trabalho;
  • se sentem mais valorizados pela empresa.
  • podem auxiliar nas melhorias das próprias condições de trabalho;

Para a empresa:

  • maior credibilidade na qualidade dos serviços e produtos;
  • melhora na imagem corporativa perante o público externo e interno;
  • aumento na produtividade dos funcionários;
  • torna o ambiente interno mais saudável e seguro para todos;
  • reduz o risco de acidentes e o afastamento de colaboradores;
  • reduz custos, já que a prevenção custa menos para a empresa;
  • facilita o diálogo sobre segurança com os trabalhadores;
  • demonstra que a saúde da equipe é uma preocupação para a organização;
  • facilita o desenvolvimento de uma cultura de segurança;

E muito mais!

As soluções em CIPA da Maxipas

A Maxipas é especialista em Saúde Ocupacional e possui soluções voltadas à implementação da CIPA e à capacitação de profissionais. 

Através de gestão de CIPA, a Maxipas realiza uma assessoria completa para a formação da Comissão Interna nas empresas, auxiliando em etapas como a eleição dos representantes e o acompanhamento mensal das reuniões, tudo conforme a NR-05.

A gestão de CIPA da Maxipas contempla a confecção de editais de convocação e eleição, o acompanhamento da eleição, a confecção de protocolo no sindicato da categoria, a presença de um profissional de segurança do trabalho Maxipas nas reuniões da CIPA e muito mais!  

Além disso, a Maxipas também realiza o curso de CIPA, um treinamento para a capacitação de cipeiros conforme as especificações da NR-05 e atendendo a formação de designado para CIPA ou da comissão interna. 

No curso são abordados tópicos como: 

  • estudo do ambiente, das condições de trabalho e dos riscos originados do processo produtivo;
  • metodologia de investigação e análise de acidentes e doenças do trabalho;
  • noções sobre acidentes e doenças de trabalho decorrentes da exposição aos riscos no ambiente laboral;
  • organização da CIPA e demais assuntos relativos às atribuições da comissão;

E muito mais…

Quer conhecer tudo sobre as soluções de CIPA da Maxipas? 

Entre em contato conosco e converse com um de nossos especialistas.